o preço do vinho no Brasil..

Quando se entra numa loja de vinhos e um vendedor tenta de vender uma nota (WS, RP ou qualquer outra) sem saber nem ao menos descrever a nao-agua que vem na garrafa, ha uma pista evidente do mercado:

Não importa muito as características do produto e sim como ele foi classificado.

Eu sou uma pessoal difícil para um vendedor fechar a venda..primeiro pq sou difícil de abrir a carteira (srsrsrrs risos pirangueiros srsrsrs), segundo.. bem.. isso não importa agora, né..

Pergunto ao vendedor: “como é esse vinho??” ou “vc já provou??” ou “o que nele pra ter esse preço??”.. “comparando este com aquele lá, quais as semelhanças e diferenças??” .. e até hoje apenas dois vendedores em SP (um tem uma litragem e elegância fora do comum e a outra tinha um wset3 na manga) me responderam essas perguntas! o resto (e olha que eu sou de fazer “tour” em loja de vinho não é de hoje einh!!) só sabiam responder que a nota era tal do fulano-de-tal..

E assim é o mercado de vinhos..

e assim escrevem os especialistas-de-plantao.. e por aí vai..

Sim, provo vinhos feito no Brasil e tenho tido surpresas muito boas. Semana passada provei o range de vinhos de mais de um produtor brasileiro, e discordo de suas qualificações (o mais caro não era o de melhor qualidade).

Há o habito (assim creio) de colocar preo pelo nariz e não pela boca do vinho. E esses não se notam longevos de fato.

Alguns vinhos são tão badalados (como os Francioni) que se provados as cegas ou por alguém fora do ambiente de influência de mercado não são reconhecidos meeeeesmo, assim como nunca foram.

Isso quer dizer que um vinho rotulado de top, premium ou superpremium (não vou comentar tais nominações) pelos aficcionados brasileiros podem não ser vistos assim nem em sua origem (se vc não se identificar com brasileiro) nem em outros mercados. Como é o caso de alguns argentinos, italianos e chilenos estratosféricos.

Algumas vinículas brasileiras estão profissionalizando um mercado , que por muito tempo foi canibalizado (??tem essa palavra??), isso vai ter bons efeitos no futuro próximo.. principalmente com os preços ao consumidor. .. eu acredito. Outras estão seguindo a maré do romantismo do formadores de opnião e criam distorções (srsrsr.. estou resistindo digitar: ridículas ..srsrsrs) de preço e produto.

Falar em Brunellos e Barolos realmente é fora de questão.. de Borgonhas, então, complica(srsrs risos seríssimos srsrsr)!

what are you thinking? comment here..

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s